INSS anuncia prova de vida digital para 550 mil beneficiários

INSS vai dar início à realização da prova de vida de seus beneficiários pelo celular, de maneira digital, a partir de agosto. Um projeto-piloto com 550 mil beneficiários de todo o Brasil deve ser iniciado por meio de reconhecimento facial, com o uso da câmera do celular, para quem tem carteira de motorista ou título de eleitor digital.

Segundo o presidente do órgão, Leonardo Rolim, “A pessoa vai poder fazer a prova de vida em casa” e, futuramente, o INSS vai incorporar o uso da biometria por meio da chamada “digital viva”.

O foco do projeto são as pessoas que deveriam ter feito a prova de vida em meados de março, mas tiveram a medida suspensa por causa da pandemia do novo coronavírus. São beneficiários que fizeram aniversário em janeiro ou fevereiro. O ponto de partida do projeto vai incluir cerca de 1,5% dos 36 milhões de beneficiários do INSS.

A prova de vida é feita pelo segurado a cada 12 meses para comprovar que ele está vivo. Esse procedimento é obrigatório e a não realização pode ocasionar a perda do benefício. Atualmente a prova de vida é feita na agência bancária e requer que o beneficiário se desloque e se apresente presencialmente ao banco. Em casos de impossibilidade de locomoção ou se o segurado tiver mais de 80 anos, o procedimento pode ser feito em seu domicílio por um servidor do INSS.

De acordo com Rolim, “O objetivo é minimizar ao máximo a necessidade de as pessoas irem ao banco ou à agência do INSS para fazer prova de vida, buscando simplificar a vida das pessoas”. O órgão ainda está decidindo como será feita a notificação dos beneficiários elegíveis para dar início ao projeto, mas deve comunicar as pessoas que estão entre 550 mil escolhidos para fazer a prova de Vida pelo celular, por meio de carta ou extra bancário.

Com informações do Estadão


ASAPREV-BA / Casa do Aposentado
Rua da Mangueira, 55, Mouraria - Nazaré
Salvador-BA, CEP: 40.040-400