A Israel Ferreira dos Santos: o nosso reconhecimento

Exemplo de cidadão, chefe de família, militante sindical, fidelidade integral pela causa que abraçou em vida, assim Israel Ferreira de Souza construiu sua história. Aos 93 anos de idade, nos deixou chorosos e saudosos, em 15 de junho, num dia cinzento, chuvoso, de quase inverno. Mas todos os seus sinceros e queridos amigos estavam lá, comungando da dor e da saudade, junto aos seus, relembrando passagens de sua linda e rica vida de experiências. Combativo sindicalista, Israel foi fundador do Sindicato dos Comerciários de Salvador, entidade que dirigiu com muita garra, por muitos anos, até ser preso pela ditadura militar de 64. Detido, sofreu torturas psicológicas e físicas e acabou contraindo doença renal. Mas, convicto de suas idéias, não fraquejou e nem desistiu. Tão logo se viu livre da cadeia, voltou a abraçar sua causa pela coletividade, juntando-se a outro grande militante guerreiro, Gilson Costa, que recentemente também se foi. rabalhadores, aposentados e familiares também muito se orgulham dos seus feitos. Juntos, os dois deixaram um legado histórico para as novas gerações de aposentados, construindo um patrimônio a sacrifícios de economias próprias e dos companheiros de boa vontade, que colaboraram para que a Casa do Aposentado existisse. Foram dias de desafios, noites perdidas, saúde afetada, para que o aposentado tivesse vez e voz em suas demandas por uma velhice digna. Ainda que tudo lhes parecesse impossível, a esperança nunca lhes faltou e até onde as forças permitiam, sempre enxergava uma luz no fundo do poço. E assim se tornou um vencedor contra as adversidades e a estupidez humana. Só não puderam vencer a morte, coisa que só Cristo conseguiu. Assim como seu companheiro de luta, Israel cumpriu da forma mais digna a missão que lhe coube em vida, até mesmo nos momentos de grande sofrimento, prostrado num leito. Com certeza a sua alma repousa em paz com Deus e o mundo, como só acontece com os predestinados, os quais se tornam imortais, pois sempre serão lembrados pelos feitos em prol de uma sociedade humanizada, justa e igualitária em todas as suas diversidades. Essa é a mensagem da diretoria e funcionários da Asaprev-BA- Casa do Aposentado.