Guedes prevê 13º salário de aposentados e auxilio emergencial

O ministro da Economia, Paulo Guedes, admitiu que, se a pandemia recrudescer, o governo pretende adotar medidas como a antecipação do 13º para aposentados, como uma das medidas sem impacto fiscal, enquanto a pandemia de covid-19 as pautas prioritárias da área econômica forem discutidas no Congresso Nacional. Ele também sinalizou a possibilidade de recriar um novo auxílio emergencial para metade dos beneficiados no ano passado dentro de um arcabouço de novo marco fiscal, com a aprovação das Propostas de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial e do Pacto Federativo, que estão paradas no senado desde o fim de 2019.

 

O ministro afirmou que o governo já sabe como agir.  “Sabemos como trabalhar isso. Estamos observando e vamos retomar as reformas ao mesmo tempo. Saúde e economia andam juntos”, disse Guedes a jornalistas, defendendo a vacinação em massa, a proteção aos mais vulneráveis e adoção de medidas sem efeito fiscal, como a antecipação do 13º para aposentados. Contudo, o ministro não informou quando essa medida de antecipação poderá ser anunciada.

Fonte: Correio Braziliense