Os aposentados e pensionistas não serão atores de uma farsa

Desde o final do ano passado, o governo Dilma, por meio de medidas provisórias, gradativamente, vem retirando ou suprimindo os direitos dos aposentados e pensionistas brasileiros.

Parte de uma política de ajuste fiscal, essas medidas revelam o desequilíbrio das contas governamentais e fazem emergir práticas antigas, em que se ajustam os rombos financeiros extraindo dos mais vulneráveis na sociedade.

O diálogo, de fato, nunca foi base para o governo, uma vez que todas as medidas foram impostas na virada da noite ou goela abaixo, sem que o Sindicato pudesse discutir, debater e muito menos propor alternativas sobre as questões que envolvem 28 milhões de aposentados e pensionistas.

Contrariando as expectativas, eis que o governo Dilma organizará um Fórum com as Centrais Sindicais e as entidades representativas para debater os direitos dos aposentados e pensionistas.

Democráticos, receptivos e sempre aberto ao diálogo, o Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos participará do evento, que se inicia amanhã (2/9), e levará na bagagem um conjunto de propostas e alternativas para assegurar e ampliar os direitos dos beneficiários do INSS. No entanto, fica a recado para o governo federal: – ao mesmo tempo em que estaremos abertos ao diálogo, em hipótese alguma seremos títeres de uma peça em que o script do governo já está escrito, tendo-nos apenas como meros expectadores de uma eventual farsa.

Se a intenção do governo for apenas nos usar para legitimar propostas, transformando em bufões os 28 milhões de aposentados, com certeza cerraremos os panos e o desfecho não terá um final feliz.

Carlos Ortiz | Presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos

João Inocentini | Presidente licenciado do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos

 

Fonte: Sindicato Nacional dos Aposentados