Já em sua primeira reunião como conselheiro, Barroso manifestou repúdio à Medida Provisória 726

A COBAP tem um novo conselheiro da Previdência. Em meio a medidas duvidosas do governo temporário, o baiano Marcos Barroso assumiu na última quinta-feira, 2, o Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS) como conselheiro da COBAP.

Já em sua primeira reunião como conselheiro, Barroso manifestou repúdio à Medida Provisória 726, que extingue o Ministério da Previdência, delegando às decisões ao Ministério do Trabalho sob supervisão do Ministério da Fazenda. “É quase unânime no Conselho que essa é uma medida absurda que vai prejudicar os segurados da Previdência”, alertou o conselheiro.

Segundo Marcos Barroso, a desmistificação do déficit da Previdência também foi tema da reunião, ainda que a prioridade reivindicatória no momento seja o retorno imediato do Ministério da Previdência “por ser ele o ambiente cuidador dos segurados”, afirmou.